top of page
lucas.diesel_background_website_greek_mythology_UX_1a471611-7b73-457c-8db8-53a5a839a4c9.pn

Dioniso

​Dioniso (em grego Διονυσος) era o deus olímpico do vinho, também conhecido como deus da vegetação, do prazer, da festividade, da loucura e do frenesi selvagem.

Zeus Mitologuia.png

Arte ilustrativa, para uma visão fiel a grega antiga consulte as artes em cerâmica, já para a visão romana procure pelas estátuas e artes em mosaico (para ambos recomendo o site Theoi.com).

​Ele foi descrito como um deus barbudo mais velho ou um jovem efeminado de cabelos compridos. Seus atributos incluíam um bastão com ponta de pinha, um copo e uma coroa de hera. Ele geralmente era acompanhado por uma tropa de sátiros e ménades (devotas selvagens).

História

Ele é alegre, extrovertido e associado à celebração e ao êxtase. Como patrono das artes, inspira os artistas e promove a expressão criativa. No entanto, sua dualidade se manifesta nos aspectos negativos do vinho, levando ao excesso e ao descontrole. Dioniso encoraja a liberdade, a transgressão das normas sociais e simboliza a transformação e o renascimento. Sua figura também desafia as noções tradicionais de gênero e sexualidade, sendo retratado com características tanto masculinas quanto femininas.

bottom of page