top of page
lucas.diesel_background_website_greek_mythology_UX_1a471611-7b73-457c-8db8-53a5a839a4c9.pn

Apáte

Apáte (em grego: Ἀπάτη) é a personificação grega da fraude, engano e astúcia. Ela não é uma divindade principal na mitologia grega, mas uma figura secundária que representa conceitos relacionados à manipulação, traição e falsidade.

Zeus Mitologuia.png

Arte ilustrativa, para uma visão fiel a grega antiga consulte as artes em cerâmica, já para a visão romana procure pelas estátuas e artes em mosaico (para ambos recomendo o site Theoi.com).

Apáte não é frequentemente representada visualmente na mitologia grega, pois é mais uma personificação abstrata de um conceito do que uma figura com atributos físicos específicos. Ela é simbolizada pela ideia de engano e traição.

História

A personalidade de Apáte está intrinsicamente ligada à sua função como personificação da fraude e do engano. Ela não é uma figura benevolente e é frequentemente associada a ações enganosas e traiçoeiras. Sua presença na mitologia grega serve como um lembrete de que, mesmo entre os deuses e heróis, o engano e a dissimulação podem desempenhar um papel importante nas narrativas mitológicas. Em resumo, Apáte é a personificação da fraude, do engano e da astúcia na mitologia grega. Embora não seja uma divindade principal, sua presença está relacionada a conceitos de manipulação, traição e falsidade, e ela desempenha um papel em histórias mitológicas que envolvem estratégias enganosas.

bottom of page